Domino & Linux ou Linux & Domino

Estou trabalhando para um projeto da Plansis que é mover nossos servidores para um Datacenter.
Os motivos são muitos: Melhor infraestrutura, link bem melhor (sem limite de banda com 2.500GB de tráfego)  e também com redução de custo.
O desafio é mover uma infra, práticamente toda em Windows 2000/2003 com os softwares Domino,WebSphere Portal 6, Sametime 7.5, Quickr 8 e DB2 UDB hoje instalados no Datacenter localizado em  na Plansis para um Datacenter com as máquinas sendo na sua maioria Linux e apenas um servidor Windows no máximo.
Para a rede interna ainda fica um TSM 5.5, servidores para atender a equipe de desenvolvimento, um firewall  e um servidor de arquivos.

Primeira fase
: Contratação

O Datacenter contratado fica fora do Brasil, portanto um teste drive com um servidor tem de ser feito.
Contratamos então uma máquina dedicada instalada com Linux CENTOS 2GB RAM 320 HD SATA2 7 IP'S (não precisava de tanto, mas é o mínimo).
A máquina foi disponibilizada, conectada na internet em 24h após a contratação.

Segunda fase: Configurar o Linux


Contratamos o "básico" a máquina foi disponibilizada e me enviaram a senha do root e os ip's da máquina, ou seja administração por nossa conta.
Começou o desafio pois não sou uma "referência" em administrar servidores Linux, mas com o google e persistência as coisas vão melhorando.
A primeira pedra foi configurar um servidor DNS. Instalar o bind é fácil, apenas um comando, mas configurar as zonas nele já não é bem assim.
O socorro foi instalar a ferramenta WEBMIN que é uma ferramenta para administrar o Linux via browser. O DNS foi configurado , integrado com os DNS's existentes e registrado no registro.br como um servidor do nosso domínio.

Terceira fase: Instalar um Domino


Agora que a máquina já tinha um nome o teste era instalar um Domino no Linux Centos (é uma distribuição open source compilada do RedHat Enterprise) e não é
suportada pela IBM. O teste não era para mim nem para o Domino, muito menos para a máquina era para o Centos.
A instalação do Domino foi via console e sem  problemas. Movi minha caixa postal para ele e tudo estava indo bem mas sempre tem um mas...
Ficou instável, o SMTP não subiu e caiu o HTTP algumas vezes.
O erro que encontrei no log já é conhecido de outras instalações:

'bindsock' is missing, not executable, not owned by root, not setuid root or user needs net_privaddr privilege.


Solução:


"Because ports 80 and 25 are secured ports, the Domino server must be able to do a su command as root to bind to the port.  To do this, the module BINDSOCK must have the setuid bit turned on.  The location of BINDSOCK defaults to /usr/lpp/lotus/notes/latest/, but your site may have changed the defaults during the install.  Check with your Domino Administrator.

Do an ls -l bindsock; you should see the following:

-r-sr-xr-x   1 OMVS     TASKS      69632 Jan  7  2000 bindsock

Como eu não vi o "s" eu dei a permissão:

chmod 4555 bindsock


E o Domino ficou estável (ele caia a cada 15 minutos ou com umas 5 requisições http)

Conclusão


Apesar de não ser suportado pela IBM a distribuição CENTOS é um bom Linux e utilizado muito "lá fora". A instalação seguiu a documentação da IBM sem nenhum truque.
E está estável e rápido :-)

Próxima etapa :
Portal 6.1.0.1 com DB2 nesta mesma máquina.