Quando instalamos o Portal, por padrão, ele utiliza o cloudscape como banco de dados. Na versão Express ele instala um DB2.
O cloudscape é um banco que não pode ser utilizado em configurações de produção ou em cluster. Portanto em todas as instalações é necessário
migrar para outro banco de dados suportado tal como DB2, ORACLE ou memo o MS SQLSERVER.
Cada um deles tem uma configuração particular para ser feita. A decisão de qual banco de dados utilizar não é fácil e pode passar até
mesmo por política da empresa ou seja  a empresa já possui um determinado banco de dados e deseja utilizá-lo para o portal corporativo.
Normalmente as informações contidas no infocenter são suficientes, mas a vida de um administrador de portal não é só de alegrias.
Já realizei instalações com DB2, ORACLE e MS SQLSERVER classifico que a instalação com DB2 e ORACLE são as mais fáceis, não é a
mesma coisa com o MSSQLSERVER principalmente se o portal estiver em um ambiente UNIX/LINUX são dificuldades de instalação é necessário prestar
mais atenção.
Pode-se transferir o banco de dados usando a interface gráfica ou utilizando comandos de linha.
Uma fato ocorrido recentemente comigo foi um questionamento sobre o teste de banco de dados que é feito na interface do WAS, que era
corriqueiro nos ambiente de portal 5.x ou seja se existe uma suspeita de problemas de conexão como banco de dados a console do
WAS era um bom lugar para se testar as conexões, mas como estava dizendo ERA.
Aconteceu o seguinte: O administrador de um portal 6 estava realizando uma instalação nova e decidiu testar o banco de dados como ele
sempre fez o portal 5.x, apareceu um erro na console do WAS, e a pergunta inevitável "Mas porquê tem erro se o portal está funcionando?"
Descobri o seguinte em uma literatura da IBM:

Important: Due to an architecture change in the way that Portal uses the WSAS

datasources, you can no longer test the Portal datasources successfully thru the

WSAS AdminConsole after the Portal install. Attempting to test the connection

will fail, but this is not an indication of a problem and Portal will still function.


Deve-se reconfigurar o WAS para que o teste funcione. O problema é o escopo da variável que
aponta o caminho do driver, que na instalação é criado no nível de célula e para que o teste funcione é necessário criar a mesma
variável a nível de nó.

Felizmente teve solução.

portal

Finalmente, para aqueles que não tem ainda uma licença do WebSphere Portal, temos agora uma versão Trial.
Foi lançada a versão Trial do WebSphere Portal Express 6.0.
O Lotus Component Designer não está incluído nestes download, mas o download de um trial do Lotus Component Designer  está disponível separadamente.
O Portal Express 6 tem uma licença limitada do Sametime que não está incluída neste pacote.

portal

Iniciei a utilização deste blog como uma ferramenta para ajudar a fixar / estudar tópicos exigidos na prova 190-825 WebSphere Portal 6 Deployment and Administration. Terei agora de mudar de assunto um pouco pois fiz a prova ontem e consegui meu objetivo na primeira tentativa
Para quem quiser certificar-se as estratégias usadas foram as seguintes:
  • Instalar o WebSphere Portal
  • Configurar um portal Virtual
  • Entender a função de cada log que o produto usa
  • Estudar o Infocenter e Redbooks relacionados com o WebSphere Portal 5.1 e 6.0
  • Utilizar o simulado da prova. Atualmente somente a CERTFX  tem o simulado.
  • Dispor de pelo menos 30 horas para estudar  este material.
Na minha opinião a prova não estava difícil, mas ela é muito longa, são 70 questões envolvendo todo o produto. Não tive foco em estudar muito o WCM, para minha surpresa muitas questões estavam relacionadas a operação e suporte ao WCM.

Certificação

O WebSphere Portal é instalado e executado como um servidor de aplicativos na plataforma WebSphere Application Server. Para cada instalação do portal, é obrigatória uma instalação do IBM WebSphere Application Server e ambas as instalações do WebSphere Application Server devem residir na mesma máquina. Observe que a instalação de vários portais em um único perfil do WebSphere Application Server não é suportado.

O HTTP (Hypertext Transfer Protocol) é utilizado como o protocolo de transporte para pedidos do portal. Por padrão, o WebSphere Portal utiliza o transporte HTTP interno no WebSphere Application Server para gerenciar os pedidos. Opcionalmente, você pode configurar um servidor da Web externo, por exemplo, um IBM HTTP Server, para trabalhar com o WebSphere Portal.

Como a administração e a configuração do portal dependem do WebSphere Application Server, pode ser necessário utilizar as ferramentas administrativas fornecidas com o WebSphere Application Server para monitorar ou controlar atividades relacionadas ao portal. Além disso, se você configurar um servidor da Web externo para utilizar com o portal, talvez seja necessário utilizar a interface do servidor da Web para administrar as atividades relacionadas ao portal.

Um subsistema de bancos de dados é obrigatório para o WebSphere Portal. Por padrão, o WebSphere Portal instala e utiliza um banco de dados IBM Cloudscape para armazenar informações sobre as identidades de usuário, credenciais e permissões para acessar os recursos do portal. O Cloudscape não é recomendado para ambientes de produção e de migração de dados. Você pode configurar o WebSphere Portal para utilizar um banco de dados, como IBM DB2 Universal Database Enterprise Server Edition ou Oracle Enterprise Edition, para armazenar informações sobre identidades do usuário, credenciais e permissões para acessar recursos do portal. Adicionalmente, o WebSphere Portal e o WebSphere Application Server necessitam de acesso ao registro do usuário. A lista a seguir fornece diferentes origens que o portal pode utilizar para acessar um registro de usuários:

  • O diretório LDAP (Lightweight Directory Access Protocol), por exemplo: IBM Tivoli Directory Server, Domino Directory,
    Microsoft Active Directory, Novell eDirectory ou Sun Java System Directory Server.
  • Registro do Usuário do Banco de Dados
  • Registro do usuário customizado fornecido pelo cliente
Por padrão, o WebSphere Portal instala o banco de dados Cloudscape e constrói um registro do usuário do banco de dados para autenticação. É possível configurar o WebSphere Portal para utilizar um diretório LDAP para armazenar informações sobre o usuário e para autenticar usuários.

Os portlets são a chave para a experiência do portal e o WebSphere Portal possui portlets incorporados que fazem interface com as ferramentas que estendem a funcionalidade do portal. Os produtos da Lotus, como o IBM Lotus QuickPlace e o IBM Lotus Sametime, são utilizados com o WebSphere Portal para fornecer recursos de colaboração. Também são fornecidos portlets para integrar com capacidades estendidas de pesquisa

portal

Com WebSphere Portal Versão 6.0 é possível criar e gerenciar vários portais virtuais.
Portais virtuais são portais lógicos que compartilham a mesma instalação de hardware e software. Estes são alguns dos benefícios dos portais virtuais:

  • Você pode particionar o WebSphere Portal de acordo com suas necessidades comerciais criando e gerenciando portais virtuais adicionais.
  • Os portais virtuais podem ser criados e gerenciados de forma eficiente e sem precisar repetir instalações complexas de hardware e software. A administração do portal é simplificada reduzindo-se o número de instalações paralelas. Isso diminui o custo de hardware, instalação e administração.
  • Como fornecedor de serviços, você pode facilmente fornecer diferentes serviços de portal para vários clientes e seus usuários.
  • As empresas podem fornecer portais separados para suas unidades de negócios, organizações e departamentos diferentes e independentes. Por exemplo, uma empresa internacional pode fornecer portais virtuais para as suas organizações de marketing, produção e manutenção em diferentes países.

Experiência do usuário aprimorada:

  • Os usuários do portal não podem distinguir se são servidos por uma instalação normal do portal ou por um portal virtual que foi definido em um ambiente compartilhado.
  • Os diferentes portais virtuais mostram diversas páginas com aparência e comportamento distintos para diferentes usuários, dependendo da associação deles no grupo.
  • Os mapeamentos de URL para as URLs de portais virtuais individuais permitem utilizar URLs amigáveis aos usuários para acessar os portais virtuais. Os usuários podem lembrar facilmente essas URLs mapeadas.
  • Uma única instalação de portal pode suportar até 100 portais virtuais em uma única máquina de hardware porque todos os portais virtuais compartilham o mesmo JVM.
  • WebSphere Portal Versão 6.0 fornece um novo portlet de administração que permite criar novos portais virtuais e gerenciar os existentes.

O acesso dos usuários aos recursos do portal é separado para cada portal virtual por meio do Controle de Acesso ao Portal.
Em uma configuração de portal virtual, alguns recursos de portal podem existir individualmente para cada portal virtual, conforme listado a seguir:

  • Algumas áreas de configuração do portal existem individualmente para cada portal individual, por exemplo, a hierarquia das páginas.
  • A maioria das partes de administração do portal existe individualmente para cada portal virtual.
  • Populações de usuários podem existir individualmente para cada portal virtual, dependendo da configuração do portal, das regiões e de LDAP.
  • Páginas anônimas.

 

Uncategorized

Saber instalar o portal é muito importante para se obter a certificação. Lendo um artigo da IBM sobre a prova, cerca de 15% das questões são sobre este tópico.
Instalar o portal pela interface gráfica é F�CIL, mas tem outras opções como instalação via console (muito útil em ambientes UNIX) e também via response file.
Para não ficar somente falando de portal. O beta público do Notes 8 está disponível.

portal


Recebi um  correio hoje muito útil para ajudar na certificação.
Um novo recurso no VIC chamado SME Zone que contém, além de cursos online também simulados para os exames de portal.
Infelizmente para o WPS 6.0 ainda não tem o simulado, mas vale a pena fazer o da versão 5.1 que tem muitos recursos semelhantes ao Portal 6.

No VIC temos um curso para específico para fazer a prova e um simulado. Eu fiz alguns testes e as perguntas são do nível de prova de certificação.

Click aqui para ir para o  VIC
Image:Virtual Innovation Center






portal



É fundamental verificar se o sistema operacional é suportado par a versão do portal. Sempre verifique isto.
Por exemplo o WebSphere Portal Express 6.0 suporta somente Windows, Linux e o  i5/OS.
Para verficar os requesitos de hardware e software veja no infocenter.
Algumas dicas para realizar uma instalação feliz:

1 - Siga os pré-requisitos de hardware e software (no meu caso instalei no Windows XP SP2) e funcioona.
2 - Descompacte todos os arquivos no disco criando os diretórios corretamente, isto evita ficar trocando CD ou informando onde estão os instaladores.
3 - Parece bobagem, mas ative o task manager do windows. Para verificar se sua máquina não travou.
4 - Não se esqueça de definir o nome da máquina.
5-  Não utilize no Windows mais que 14 caracteres para o nome do usuário de administração do WAS e do Portal. O instalador irá perguntar sobre dois usuários. No portal 5.x era apenas um. É normal usar o usuário chamado WPSADMIN para ambos.
Depois de uma dor de cabeça enorme em um cliente, instalando em Linux descobri que no Linux são somente 8 caracteres (esta informação não encontrei no infocenter). O             limite me parece está relacionado com o cloudscape, em uma fase da instalação o script usa o usuário admin do portal e não db2admin para se conectar ao banco de dados.
6 - Ocorrendo algum erro, execute o uninstall, não instale "por cima" e antes de recomeçar a instalar reveja suas configurações.
7-  Ã‰ importante desligar o firewall do Windows XP.
8 - Não use caracteres reservados na senha do admin principalmente # pois este caractere é usado como comentário em vários arquivos de configuração do portal. (Já tive problemas no passado bem remoto)
9 - Não instale em C:Program Files instale em um diretório decente sem espaço e se possível em outra partição. Além do espaço o Windows tem um limite de 256 ou 255 caracteres para o caminho no disco, portanto evitaremos problemas no futuro. Normalmene eu instalo em, por exemplo D:WPS
A instalação em meu micro durou 2 horas, sem erros.

Link para a o infocenter com as telas de instalação Quick Install

Os tipos de instalação que podem ser feitas com o portal são questões certas na prova.

Após a instalação teste o portal pela url -> http://localhost:10038/wps/portal

Após a instalação com sucesso, pare o portal e faça um backup (basta copiar todas as pastas)

portal

Para evitar problemas durante a instalação é fundamental que o sistema operacional esteja preparado.

1 - Coloque um nome e um sufixo DNS em seu Windows

Image:Preparando para instalar o portal

2 - Tenha espaço disponível em disco, pelo menos 5 GBytes
3 - Desligue o firewall do windows XP e se puder o anti-virus também
4 - Se tiver IP fixo melhor, se não providencie.

portal

Para que se possa ter sucesso tanto na prova quanto em dominar o produto WebSphere portal é fundamental, e óbvio, saber instalar o produto.
A primeira etapa é conseguir as imagens ou CD's de instalação. Para quem é cliente basta usar o site do Passport Advantage ou para quem tem o Value Package o o site de Parceiros.
A grande dúvida é qual imagem fazer o download. No meu caso estou instalando o Portal em um Windows XP SP2 ( um equpamento com cpu de 2.6 GHz com pelo menos 1,5GB de ram é razoavel)
Na tabela abaixo tem a relação da imagem e o nome do CD. Nas instalações de portal 5.x os cd's eram numerados do tipo CD2,CD1-1. Os nomes mudaram agora.
Faça o download e descompacte em diretórios no HD conforme o CD number para realizar a instalação do portal.
CD number
Image file
Contents of CD
W-Setup
C93LQML
Setup CD
W-1
C93LWML
WebSphere Application Server Network Deployment version 6.0.2.9
W-2
C93LRML
WebSphere Process Server version 6.0.1.1
W-3
C93LSML
WebSphere Portal Server version 6.0 Disc 1
W-4
C93M4ML
WebSphere Portal Server version 6.0 Disc 2
W-5
C93LUML
Personalization








portal














Exam 825: IBM WebSphere Portal 6 Deployment and Administration

Este é o objetivo. A prova contém muitos tópicos para serem avaliados. Para estudar é importante verificar no site da IBM quais competências são exigidas, já que o produto Websphere Portal é complexo e pode ser instalado/implantado de várias formas.
A primeira delas é Architecting a Portal Solution. Um bom começo é dar uma olhada no redbook Architecting Portal Solutions, apesar de ser um já "meio antigo" os conceitos ainda valem.
























Certificação

Estou trabalhando para fazer a prova de certificação do Websphere Portal ,então vou começar do básico.
Estou usando o template que vem no Domino 7.02. Estudo portal e aprendo a usar o aplicativo.
Vou estar colocando aqui os links, materiais que estarei utilizando para estudar e avançar na utilização do produto.
Image:Websphere portal 101

The Front End of SOA

Portais são a chave e a primeira parte do ciclo de vida SOA, fornecendo um caminho para projetar composite applications para os usuários finais através de um front end personalizado.

Integração de diversos softwares at the glass, ou seja o portal na "frente" das aplicações de forma transparente.


Certificação