Topologia de Software

O WebSphere Portal é instalado e executado como um servidor de aplicativos na plataforma WebSphere Application Server. Para cada instalação do portal, é obrigatória uma instalação do IBM WebSphere Application Server e ambas as instalações do WebSphere Application Server devem residir na mesma máquina. Observe que a instalação de vários portais em um único perfil do WebSphere Application Server não é suportado.

O HTTP (Hypertext Transfer Protocol) é utilizado como o protocolo de transporte para pedidos do portal. Por padrão, o WebSphere Portal utiliza o transporte HTTP interno no WebSphere Application Server para gerenciar os pedidos. Opcionalmente, você pode configurar um servidor da Web externo, por exemplo, um IBM HTTP Server, para trabalhar com o WebSphere Portal.

Como a administração e a configuração do portal dependem do WebSphere Application Server, pode ser necessário utilizar as ferramentas administrativas fornecidas com o WebSphere Application Server para monitorar ou controlar atividades relacionadas ao portal. Além disso, se você configurar um servidor da Web externo para utilizar com o portal, talvez seja necessário utilizar a interface do servidor da Web para administrar as atividades relacionadas ao portal.

Um subsistema de bancos de dados é obrigatório para o WebSphere Portal. Por padrão, o WebSphere Portal instala e utiliza um banco de dados IBM Cloudscape para armazenar informações sobre as identidades de usuário, credenciais e permissões para acessar os recursos do portal. O Cloudscape não é recomendado para ambientes de produção e de migração de dados. Você pode configurar o WebSphere Portal para utilizar um banco de dados, como IBM DB2 Universal Database Enterprise Server Edition ou Oracle Enterprise Edition, para armazenar informações sobre identidades do usuário, credenciais e permissões para acessar recursos do portal. Adicionalmente, o WebSphere Portal e o WebSphere Application Server necessitam de acesso ao registro do usuário. A lista a seguir fornece diferentes origens que o portal pode utilizar para acessar um registro de usuários:

  • O diretório LDAP (Lightweight Directory Access Protocol), por exemplo: IBM Tivoli Directory Server, Domino Directory,
    Microsoft Active Directory, Novell eDirectory ou Sun Java System Directory Server.
  • Registro do Usuário do Banco de Dados
  • Registro do usuário customizado fornecido pelo cliente
Por padrão, o WebSphere Portal instala o banco de dados Cloudscape e constrói um registro do usuário do banco de dados para autenticação. É possível configurar o WebSphere Portal para utilizar um diretório LDAP para armazenar informações sobre o usuário e para autenticar usuários.

Os portlets são a chave para a experiência do portal e o WebSphere Portal possui portlets incorporados que fazem interface com as ferramentas que estendem a funcionalidade do portal. Os produtos da Lotus, como o IBM Lotus QuickPlace e o IBM Lotus Sametime, são utilizados com o WebSphere Portal para fornecer recursos de colaboração. Também são fornecidos portlets para integrar com capacidades estendidas de pesquisa