Category: Uncategorized

Need this kind of port today. The ssh 22 port was used on the firewall for another server. The admin publish the server using port 1234
According to man ssh:

 -p port 

Port to connect to on the remote host. This can be specified on
a per-host basis in the configuration file.


So you should be looking at:

ssh -p 1234 [email protected]


to connect to port 1234.

Uncategorized

Links on messages from IBM Connections contains links as https and http. The customer want's only https links

How to set :

1 - On the DMGR profile:

./wsadmin.sh -lang jython -user admin_user_id -password admin_password

2 -Type the following on wsadmin interface

execfile("connectionsConfig.py")

3 - Do a checkout of LotusConnections-config.xml

LCConfigService.checkOutConfig("/tmp/",AdminControl.getCell())

4 - Change de following to true

forceConfidentialCommunications enabled="false"

5 Checkin the new LotusConnections-config.xml

LCConfigService.checkInConfig()

6 - Sync and restart the nodes

Uncategorized

This week i setup Domino SSO with Windows. The customer will launch a SharePoint portal server and need a SSO with Domino Web Applications.

I follow this tutorial, the setup is very simple but some problems arrive.

The Domino server have the FQDN domino.mydomain.com.br  and the windows server  server.mydomain.com.br. The SSO doesn't work.
I read the message  Attempt by HTTP client to authenticate using Windows NTLM security is not supported on Domino console.

After the AD administrator setup the user dominostart, he issued the command SETSPN -a HTTP/domino.mydomain.com.br dominostart.

When the user try to access a url of the domino server the browser show a logon dialog but the title of the dialog show the windows server name (server.mydomain.com.br).

I asked the AD administrator to add another SPN SETSPN -a HTTP/server.mydomain.com.br dominostart

Everything works after a Domino restart. :=)

If you want to use Chrome as your browser you need to start Chrome with arguments

/path/to/chrome --auth-server-whitelist="*.domain.com"

Uncategorized

The file name roamingdata.nsf is reserved, do not create a Notes database named roamingdata.nsf, according  the TN 1403641

Uncategorized

The text bellow is from TN 1391477

When running a Lotus Domino 32-Bit server on Microsoft Windows 64-Bit, you notice a high memory allocation.  This results in poor system performance and the server being low on physical memory. This is a result of a change Microsoft has made to their API SetSystemFilecache().....

Quando instalar Domino 32 Bits em um servidor MS 64 Bits melhor dar uma olhada no TechNote para não ter surpresas de performance.

Uncategorized

Esta semana estaou iniciando a renovação de algumas certificações. Volto agora a dar um pouco mais de atenção para o "mundo" do Lotus Notes & Domino. Tenho como objetivo renovar as certificações para o produto até a versão 8. A medida que for levantando material vou publicar aqui.
A estratégia vai ser a que sempre usei:

1 - Instalar o Servidor e o Cliente nas últimas versões disponíveis
2 - Uma boa olhada no help principalmente na  parte: What is New
3 - Adquirir o simulado para a prova

Pretendo renovar cada certificação gastando no máximo 20 horas de estudo para cada prova, tenho de fazer 4 para renovar  até Domino & Notes 8

Uncategorized

Com WebSphere Portal Versão 6.0 é possível criar e gerenciar vários portais virtuais.
Portais virtuais são portais lógicos que compartilham a mesma instalação de hardware e software. Estes são alguns dos benefícios dos portais virtuais:

  • Você pode particionar o WebSphere Portal de acordo com suas necessidades comerciais criando e gerenciando portais virtuais adicionais.
  • Os portais virtuais podem ser criados e gerenciados de forma eficiente e sem precisar repetir instalações complexas de hardware e software. A administração do portal é simplificada reduzindo-se o número de instalações paralelas. Isso diminui o custo de hardware, instalação e administração.
  • Como fornecedor de serviços, você pode facilmente fornecer diferentes serviços de portal para vários clientes e seus usuários.
  • As empresas podem fornecer portais separados para suas unidades de negócios, organizações e departamentos diferentes e independentes. Por exemplo, uma empresa internacional pode fornecer portais virtuais para as suas organizações de marketing, produção e manutenção em diferentes países.

Experiência do usuário aprimorada:

  • Os usuários do portal não podem distinguir se são servidos por uma instalação normal do portal ou por um portal virtual que foi definido em um ambiente compartilhado.
  • Os diferentes portais virtuais mostram diversas páginas com aparência e comportamento distintos para diferentes usuários, dependendo da associação deles no grupo.
  • Os mapeamentos de URL para as URLs de portais virtuais individuais permitem utilizar URLs amigáveis aos usuários para acessar os portais virtuais. Os usuários podem lembrar facilmente essas URLs mapeadas.
  • Uma única instalação de portal pode suportar até 100 portais virtuais em uma única máquina de hardware porque todos os portais virtuais compartilham o mesmo JVM.
  • WebSphere Portal Versão 6.0 fornece um novo portlet de administração que permite criar novos portais virtuais e gerenciar os existentes.

O acesso dos usuários aos recursos do portal é separado para cada portal virtual por meio do Controle de Acesso ao Portal.
Em uma configuração de portal virtual, alguns recursos de portal podem existir individualmente para cada portal virtual, conforme listado a seguir:

  • Algumas áreas de configuração do portal existem individualmente para cada portal individual, por exemplo, a hierarquia das páginas.
  • A maioria das partes de administração do portal existe individualmente para cada portal virtual.
  • Populações de usuários podem existir individualmente para cada portal virtual, dependendo da configuração do portal, das regiões e de LDAP.
  • Páginas anônimas.

 

Uncategorized